quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Na velocidade da Luz

The Speed of Light by UVA from yatzer on Vimeo.



Uma festa assim seria insubstituível...

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Cala Boca Galvão!



Brazilian Heroes!

domingo, 20 de junho de 2010

Como curar uma TPM?

músicas relaxantes!!



ainda não curou... passa para a próxima!!



tá... então, talvez esse cara ai embaixo possa ajudar!



ai ai, estou me sentindo bem melhor agora, juro... depois de 8 minutos com o "advogado do diabo" me deu até vontade de "arrumar" meu cabelo igual ao do baterista... estou leve!! experimente ouvir isso quando a sua mãe ou sogra estiverem com TPM... (uma terapia)!!! bjuss

domingo, 13 de junho de 2010

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Dorgas

terça-feira, 25 de maio de 2010

NOT! mesmo!

(acontece direto)

O fim de "Lost" é o recomeço

(e eu preocupada com esses malditos números)
Jacob, safadinho!

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Filme 21 Gramas

(this isn't a pic from the movie)


Sean Penn/Benicio Del Toro/Naomi Watts
<>
How many lives do we live? How many times do we die? They say we all lose 21 grams... at the exact moment of our death. Everyone. And how much fits into 21 grams? How much is lost? When do we lose 21 grams? How much goes with them? How much is gained? How much is gained? Twenty-one grams. The weight of a stack of five nickels. The weight of a hummingbird. A chocolate bar. How much did 21 grams weigh?

> Quantas vidas nós vivemos? Quantas vezes nós morremos? Dizem que perdemos 21 gramas no exato momento da nossa morte... Todos... Portanto, quanto cabe em 21 gramas? Quanto se perde? Quando nós perdemos 21 gramas? Quanto se vai? Quanto se ganha? Quanto se ganha? 21 gramas. O peso de 5 moedas. O peso de um colibri. Uma barra de chocolate. Qual o peso de 21 gramas?

domingo, 23 de maio de 2010

Por ColdPlay - A Message



ODE À SIS(for you):

Para um casal que andava muito "junto", mas que agora anda bastante "separado"

terça-feira, 18 de maio de 2010

Vc é um Nerdiossexual?




... geralmente ele tem muita coisa pra fazer na internet, no videogame e esses tipos de "eventos sociais" como fazer sexo atrapalham um pouco essas outras atividades como por exemplo ... ... ? ? ? como por exemplo ... ? ? ? enfim, atrapalham "essas outras atividades" (rsrsrsrsrs)

Por Radiohead - Exit Music

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Scott D. Davis - The Unforgiven



Para relaxar no sofá!

Fix You




Deus um dia jogou o dado e Ele estava de costas, quando olhou, já era tarde demais, havia criado você. E quando pensava-se que estava tudo perdido, Ele jogou o dado outra vez, mas fechou os olhos, e me criou. Mais tarde, perto da lareira, pensativo resolveu brincar com os dados outra vez e nos colocou no mundo. Vivemos e crescemos em locais distintos. Mundos distintos, horários diversos. Um dia nos encontramos, era outono, mas não valia a pena saber a estação. O tempo certo foi quando o inverno chegou e decidimos nos unir de vez. Mas, Deus em sua imensa misericórdia e sabedoria, jogou os dados outra vez. Nossos caminhos se inverteram e enquanto as lágrimas escorriam, eu via você partir. Meu caminho fez uma curva longa e me conduziu até a estrada que me encontro. Seu caminho fez uma curta curva e te levou para uma estrada que desconheço. Se os dados forem jogados outra vez, espero não mais que sorte e um caminho seguro, que mesmo desprendido do seu, possa me levar para algum lugar melhor, para enfim, descansar em paz.

Beautiful World




Toda nossa prepotência vai ser moeda extra quando precisarmos buscar por nossa liberdade. Quando terminarmos com este mundo, só restarão as moedas, um pouco da arrogância e um pedido tímido de clemência. Mas, tarde é o tempo certo para dizer que um dia fomos avisados!

Uberlândia - 16/05/2010



Só porque estou perdendo
Não significa que eu esteja perdido
Não significa que irei parar
Não significa que deva me render...
(...)

Você pode ser um peixe grande
Em um pequeno lago
Não significa que você venceu
Porque logo pode chegar
Um maior...


E você vai se perder
Todo rio que tentou atravessar
Toda arma que experimentou estava estragada...
(...) e eu estou... apenas esperando até que o tiroteio acabe...
(...) e eu estou... esperando até que o brilho se apague...
(...)

Como diria meu primo...



Como diria meu primo:
"enrrra... que foda!"


ps: bem, bem, bem velha mesmo esta banda, não?
quanta música, para tão parcos instrumentos!!

domingo, 16 de maio de 2010

Thin Lizzy



bem bem bem antigo!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

That's Over Baby




é assunto popular... (kkkkkkkk)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Hipertrofia XY




Por pior que possa parecer a natureza humana, não há engano, ela é ainda pior que nossos pensamentos podem interpretar, é ainda mais confusa e mais complexa. A natureza humana não passa de um grande labirinto que não está sujeito a ser revelado por nenhum filosófo disponível na literatura. Tem nela um prazer, um amor e uma ilusão querendo ser destilados nos corpos e bocas que possam encontrar por ai.
Ao tentar esconder este labirinto que todos possuimos, quando fazemos besteira, fica óbvio o aparecimento dos pálidos arrependimentos.
Veja bem, parece-me que a classe dos XY que entende-se como homens de fato, está cada vez mais disfarçando a própria natureza (não que muitas mulheres se safem desta máxima). Merece dizer que, cada vez mais, se escondem, por ser assim mais confortável e aparentemente mais fácil iludir-se entre as relações humanas. Não posso discordar que se sentem em vantagem, mas esta vantagem é só uma miragem, é um oásis no vento, já que a ilusão está equilibrada ao prazer e na mesma proporção, se a dosagem de ilusão for maior, a medida do prazer será tantas vezes menor.
O prazer só se iguala à amor na circunstância única de estarem na balança apenas eles equilibrados. E não há, de forma alguma, prazer, ilusão e amor, que juntos possam resultar de algo bom numa balança.
Há valores mais profundos que estão guardados no interior dos labirintos da natureza humana, que vez ou outra surgem num momento epifânico, nos enfraquece e nos mostra todos os erros, daí, neste momento, notamos o que perdemos e o que ganhamos quando ao sermos às vezes egoístas, deixamos passar o que nos foi dado. A balança se desequilibra e, mais do que certo, enxergamos o peso dobrado que possui a ilusão.

E diz assim o querido Zé Ramalho:

"Não vou me sujar/Fumando apenas um cigarro/Nem vou lhe beijar/Gastando assim o meu batom/Quanto ao pano dos confetes/Já passou meu carnaval/E isso explica porque o sexo/É assunto popular..."

E disso, tem razão, as ilusões são frágeis demais para se possuir, para se ter nas mãos. São como a areia da praia que seguro com força, ela, aos poucos, vai desfarelar-se entre meus dedos. E no mais, é melhor ir embora, para que não haja lama que cubra os olhos, línguas que conduzam os caminhos, forças que apelem para o tempo nublado. A ilusão não pode pesar a balança e a natureza humana, por pior que seja, não pode ser tratada como simples, pois, podemos sim, através dela, enxergar o que melhor pode caber na balança. Não se igualar às ilusões é usar como escudo a razão e como espada as experiências do coração.

Para aqueles e aquelas que se sentem melhor fechando os olhos, é notório a resultante desse foguete descontrolado. Tudo que sobe, desce. É o que dizem sobre a gravidade!
A circunferência tem 360º, se sua vida é uma, não é novidade que a insegurança faça parte de todos os seus caminhos. Se quer descobrir como sair da circunferência, faça uma reta, pois um ponto é uma reta e nem por isso deixa de ser infinito.
Diz assim Bob Dylan:
"Quantas vezes olharemos o céu/Antes de saber enxergar?
(...)Quantos anos pode uma montanha existir/Antes do mar lhe cobrir?
Quantas cabeças viraram assim/Fingindo não poderem ver?"

Romantic Song!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Richie Heavens - Freedom



Teve a manha!!

Buddy Guy, Eric Clapton e BB King

Versão - Scott D. Davis



...plin...plin...plin...

De Bob Dylan - License to kill

Por Richie Heavens

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Nerd Trend



Essa foi sem dúvida a coisa mais NERD; NOT; ORIGINAL; CLEAVER; CLAPS; ALMOST FLASH MOB que eu já vi... Ganha, sem dúvida, do VocaPeople!!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Faces Faces Faces, just/apenas Faces

OS HOMENS E AS COBRAS

Cicinho - Galeria Brasiliana


É tendencioso demais fazer um parâmetro justo sobre as relações humanas, uma vez que essas relações não são exatas. Não vejo como um cálculo matemático possa fazer a diferença quando inúmeros fatores externos batalham dia-a-dia para que esta relação não prospere.
Veja bem, certas cobras possuem veneno suficiente para matar um elefante e sequer precisam matá-lo de fato. Não é sempre que um elefante atrapalha a vida de uma cobra que muito bem pode rastejar para longe dele, isso se e somente se, o elefante não afrontar seu ninho.
Mesmo assim, considerando as relações humanas diversas e tomando como base o exemplo citado, temos como analisar uma seqüência de fatos que por “n” razões culminam na tragédia endêmica de alguns relacionamentos e que muitas vezes partem de um só lugar, a língua.
O veneno da cobra serve tanto para protegê-la como para auxiliá-la na caça de alimento; a língua do homem serve tanto para torná-lo sujeito comunicativo, um exímio cidadão dialético, como para tornar seus interesses tangíveis.
Algumas línguas preferem a segunda opção e seus excessos podem provocar uma séria alteração de sentidos e tornar um relacionamento potencialmente estável em um possível “carrinho de montanha russa”.
A benevolência das línguas não trata com igualdade os homens e assim como minha versão do verdadeiro significado moral do tendão de Aquiles, não é a forma ou até mesmo a força bruta que faz a diferença sempre, mas o uso do cérebro.
Por isso, para se desvencilhar das más línguas, basta ser benevolente consigo mesmo e pensar... Pois assim, a construção de uma personalidade firme o impedirá de cair no ninho aconchegante de uma cobra venenosa.

HALLELUJAH

The Real Cat Power




E eu espero que esteja tendo o momento de sua vida.
Mas pense duas vezes, esse é meu único conselho.
Come on now, who do you, who do you, who do you, who do you think you are?
Ha ha ha, bless your soul
Você realmente pensa que está no controle!!
I don't give a fuck!!

terça-feira, 27 de abril de 2010

Cat Perfeita!!

O Tendão do Orgulho





Uma história me veio à memória hoje pela manhã e poder compartilhá-la dessa maneira reduz um pouco a intensidade moral que ela produziu em mim.
Conhece a história do Tendão de Aquiles? Esqueça-a. Minha versão, por necessidade, alterou sua moralidade.
Imagine você deparando-se neste momento com Aquiles. Homem musculoso, semideus, bonito, corajoso, ou seja, toda virilidade de forma intensa e exótica inserida em cada milímetro de seu corpo. Aquiles é a idéia mais próxima das ilusões humanas e do estereótipo masculino que dificilmente leva à memória que até mesmo Narciso não era tão perfeito como achava.
A trágica flechada no tendão de Aquiles, em minha análise pessoal, não representa menos que uma ofensa e afronta ao orgulho masculino. Toda representatividade que esse semideus podia conferir ao expor seu corpo e suas inúmeras qualidades, vão por terra quando uma flecha acerta-lhe bem no tendão.
Ocorre que duvido muito se neste caso foi preciso ser tudo isso por fora, tanta massa, tanta carne, tanta beleza; pois quando o que lhe faria a diferença era apenas algo abstrato (ser ágil; ser racional), como pode então perder com tamanha rapidez todo esse vigor?
A partir daí, enfim, tem-se o reflexo no espelho d’água de Narciso e o corpo de Aquiles, representando todos os desejos ocultos e desumanos, criados por humanos, mas artificiais, que nos garantem esta frígida felicidade momentânea.
O Ser é! Mas o Ter é mais ainda!
Não nos vemos mais no espelho, mas olhamos com gratidão um reflexo deturpado, confuso de nós mesmos, andando sem rumo por aí, mas com a forma de nossos desejos. Desejos criados. Desejos que nos iguala, que nos fascina, e que nos corrompe, nos explora, nos faz sofrer para alcançá-los.
Quando tudo se perde, não há mais nada o que preencher. Olhe para o lado neste momento e entenda que, no fim, a forma se contrairá com ou sem defeito, e tudo o que sobrará é pó. Poeira no ar.

E você? Tem medo de quê?

domingo, 25 de abril de 2010

sábado, 24 de abril de 2010

Por Brett Bennen - Heaven




heaven - what the hell is heaven???

is there a home for the homeless???

Por Train - Drops of Jupiter

Blog: Levados da Breca




hehe... até isso te leva pra frente!!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Instituto Ipê Cultural - Uberlândia




Projeto de Responsabilidade Social e Ambiental

Por Shakira - Gypsy

...e as pessoas continuam temendo o que não conhecem!




Quebrei o meu coração na estrada
Passo o fim de semana
Costurando os pedaços de volta


Lápis e bonecas passam por mim
Caminhar fica tão chato
Quando se aprende a voar


Não sou do tipo caseira
Desligue-se
E quem sabe o que poderá encontrar


Não confessarei todos os meus pecados
Você pode apostar que eu tentarei
Mas nem sempre se pode vencer


Porque eu sou uma cigana
Você vem comigo?
Eu posso roubar suas roupas
E vesti-las caso me sirvam


Eu nunca fiz acordos
Como uma cigana
E eu não vou recuar
Porque a vida já me machucou


E eu não vou chorar
Sou muito jovem para morrer
Se você quiser me deixar
Porque eu sou uma cigana [2x]


Eu não posso esconder o que fiz
Cicatrizes me lembram
De quão longe vim


A quem possa se interessar
Apenas corra com tesouras
Quando você quer se machucar


Porque eu sou uma cigana
Você vem comigo?
Eu posso roubar suas roupas
E vesti-las caso me sirvam


Eu nunca fiz acordos
Como uma cigana
E eu não vou recuar
Porque a vida já me machucou


E eu não vou chorar
Sou muito jovem para morrer
Se você quiser me deixar
Porque eu sou uma cigana


Eu disse "Ei, você não é tolo se disser não"
Não é assim que a vida acontece?
As pessoas temem o que elas não conhecem


Eu disse "Ei, você não é tolo se disser não"
Não é assim que a vida acontece?
As pessoas temem o que elas não conhecem


Venha passear, oh yeah
Venha passear, oh


E eu não vou chorar
Sou muito jovem para morrer
Se você quiser me deixar
Porque eu sou uma cigana


Eu nunca fiz acordos
Como uma cigana
E eu não vou recuar
Porque a vida já me machucou


E eu não vou chorar
Sou muito jovem para morrer
Se você quiser me deixar
Porque eu sou uma cigana

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Trecho - Documentário



Você vive em uma Democracia?

quinta-feira, 15 de abril de 2010

ALICE

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Maksim Maksim Maksim



vale a pena comprar os cd's e dvd's tanto do Maksim qto do Yann Tiersen

Olha lá...

Onde está?




take some risks!

Concertando




Não acontece só nos filmes, é que a realidade é um "pouquinho" mais difícil!!
Positive Vibrations For You!

Animações Sobre a Vida





Tem sempre alguém esperando...
Quando estiver velho, como você se imagina? sozinho? Ou, por hora, está construindo lembranças pra te acompanhar...?

Atende por Cubus










Como eu disse, esse blog só fala de um assunto.
Se diz TEMPO te dou amor
Se diz AMOR te dou tempo

terça-feira, 13 de abril de 2010

Barão Vermelho

Este blog só tem um assunto, do começo ao fim, cada tema converge mais e mais pra ele. Não fala de Franscisco, Vinícius ou José; Não fala de Tom, Bibi ou de Blues. Nem sequer comenta sobre o auge da bossa ou o fracasso da ditadura. Este blog é só um blog como outro qualquer, que não pretende e não vai ser instrumento de argumentação política, social, musical, religiosa, o raio... Aqui fica sua existência e ponto. A visita é sempre bem vinda e os críticos de plantão convidados a permanecer se quiserem, pois o livre arbítrio pertence a todos nós.


Composição: Angela Ro Ro e Ana Terra




Amor, meu grande amor
Não chegue na hora marcada
Assim como as canções
Como as paixões
E as palavras...

Me veja nos seus olhos
Na minha cara lavada
Me venha sem saber
Se sou fogo
Ou se sou água...

Amor, meu grande amor
Me chegue assim
Bem de repente
Sem nome ou sobrenome
Sem sentir
O que não sente...

Pois tudo o que ofereço
É, meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim, até o começo...

Amor, meu grande amor
Só dure o tempo que mereça
E quando me quiser
Que seja de qualquer maneira...

Enquanto me tiver
Que eu seja
O último e o primeiro
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Me reconheça...

Pois tudo que ofereço
É, meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo...

Amor, meu grande amor
Que eu seja
O último e o primeiro
E quando eu te encontrar
Meu grande amor
Por favor, me reconheça...

Pois tudo que ofereço
É, meu calor, meu endereço
A vida do teu filho
Desde o fim até o começo...(2x)

sábado, 10 de abril de 2010

Alienando os Alienados




Apesar de que ter consciência sobre certas coisas é importante, não dá pra considerar tudo o que ele diz. Adiciono aqui, pois ele transmite uma grande verdade: pais e filhos estão cada dia mais se preocupando com o status e esquecendo do valor, o que torna o mundo um local cada vez mais alienado.

Fonte: YOUTUBE - canal: MASPOXAVIDA

*dúvidas só por e-mail.

quarta-feira, 7 de abril de 2010