sexta-feira, 28 de maio de 2010

Dorgas

terça-feira, 25 de maio de 2010

NOT! mesmo!

(acontece direto)

O fim de "Lost" é o recomeço

(e eu preocupada com esses malditos números)
Jacob, safadinho!

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Filme 21 Gramas

(this isn't a pic from the movie)


Sean Penn/Benicio Del Toro/Naomi Watts
<>
How many lives do we live? How many times do we die? They say we all lose 21 grams... at the exact moment of our death. Everyone. And how much fits into 21 grams? How much is lost? When do we lose 21 grams? How much goes with them? How much is gained? How much is gained? Twenty-one grams. The weight of a stack of five nickels. The weight of a hummingbird. A chocolate bar. How much did 21 grams weigh?

> Quantas vidas nós vivemos? Quantas vezes nós morremos? Dizem que perdemos 21 gramas no exato momento da nossa morte... Todos... Portanto, quanto cabe em 21 gramas? Quanto se perde? Quando nós perdemos 21 gramas? Quanto se vai? Quanto se ganha? Quanto se ganha? 21 gramas. O peso de 5 moedas. O peso de um colibri. Uma barra de chocolate. Qual o peso de 21 gramas?

domingo, 23 de maio de 2010

Por ColdPlay - A Message



ODE À SIS(for you):

Para um casal que andava muito "junto", mas que agora anda bastante "separado"

terça-feira, 18 de maio de 2010

Vc é um Nerdiossexual?




... geralmente ele tem muita coisa pra fazer na internet, no videogame e esses tipos de "eventos sociais" como fazer sexo atrapalham um pouco essas outras atividades como por exemplo ... ... ? ? ? como por exemplo ... ? ? ? enfim, atrapalham "essas outras atividades" (rsrsrsrsrs)

Por Radiohead - Exit Music

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Scott D. Davis - The Unforgiven



Para relaxar no sofá!

Fix You




Deus um dia jogou o dado e Ele estava de costas, quando olhou, já era tarde demais, havia criado você. E quando pensava-se que estava tudo perdido, Ele jogou o dado outra vez, mas fechou os olhos, e me criou. Mais tarde, perto da lareira, pensativo resolveu brincar com os dados outra vez e nos colocou no mundo. Vivemos e crescemos em locais distintos. Mundos distintos, horários diversos. Um dia nos encontramos, era outono, mas não valia a pena saber a estação. O tempo certo foi quando o inverno chegou e decidimos nos unir de vez. Mas, Deus em sua imensa misericórdia e sabedoria, jogou os dados outra vez. Nossos caminhos se inverteram e enquanto as lágrimas escorriam, eu via você partir. Meu caminho fez uma curva longa e me conduziu até a estrada que me encontro. Seu caminho fez uma curta curva e te levou para uma estrada que desconheço. Se os dados forem jogados outra vez, espero não mais que sorte e um caminho seguro, que mesmo desprendido do seu, possa me levar para algum lugar melhor, para enfim, descansar em paz.

Beautiful World




Toda nossa prepotência vai ser moeda extra quando precisarmos buscar por nossa liberdade. Quando terminarmos com este mundo, só restarão as moedas, um pouco da arrogância e um pedido tímido de clemência. Mas, tarde é o tempo certo para dizer que um dia fomos avisados!

Uberlândia - 16/05/2010



Só porque estou perdendo
Não significa que eu esteja perdido
Não significa que irei parar
Não significa que deva me render...
(...)

Você pode ser um peixe grande
Em um pequeno lago
Não significa que você venceu
Porque logo pode chegar
Um maior...


E você vai se perder
Todo rio que tentou atravessar
Toda arma que experimentou estava estragada...
(...) e eu estou... apenas esperando até que o tiroteio acabe...
(...) e eu estou... esperando até que o brilho se apague...
(...)

Como diria meu primo...



Como diria meu primo:
"enrrra... que foda!"


ps: bem, bem, bem velha mesmo esta banda, não?
quanta música, para tão parcos instrumentos!!

domingo, 16 de maio de 2010

Thin Lizzy



bem bem bem antigo!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

That's Over Baby




é assunto popular... (kkkkkkkk)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Hipertrofia XY




Por pior que possa parecer a natureza humana, não há engano, ela é ainda pior que nossos pensamentos podem interpretar, é ainda mais confusa e mais complexa. A natureza humana não passa de um grande labirinto que não está sujeito a ser revelado por nenhum filosófo disponível na literatura. Tem nela um prazer, um amor e uma ilusão querendo ser destilados nos corpos e bocas que possam encontrar por ai.
Ao tentar esconder este labirinto que todos possuimos, quando fazemos besteira, fica óbvio o aparecimento dos pálidos arrependimentos.
Veja bem, parece-me que a classe dos XY que entende-se como homens de fato, está cada vez mais disfarçando a própria natureza (não que muitas mulheres se safem desta máxima). Merece dizer que, cada vez mais, se escondem, por ser assim mais confortável e aparentemente mais fácil iludir-se entre as relações humanas. Não posso discordar que se sentem em vantagem, mas esta vantagem é só uma miragem, é um oásis no vento, já que a ilusão está equilibrada ao prazer e na mesma proporção, se a dosagem de ilusão for maior, a medida do prazer será tantas vezes menor.
O prazer só se iguala à amor na circunstância única de estarem na balança apenas eles equilibrados. E não há, de forma alguma, prazer, ilusão e amor, que juntos possam resultar de algo bom numa balança.
Há valores mais profundos que estão guardados no interior dos labirintos da natureza humana, que vez ou outra surgem num momento epifânico, nos enfraquece e nos mostra todos os erros, daí, neste momento, notamos o que perdemos e o que ganhamos quando ao sermos às vezes egoístas, deixamos passar o que nos foi dado. A balança se desequilibra e, mais do que certo, enxergamos o peso dobrado que possui a ilusão.

E diz assim o querido Zé Ramalho:

"Não vou me sujar/Fumando apenas um cigarro/Nem vou lhe beijar/Gastando assim o meu batom/Quanto ao pano dos confetes/Já passou meu carnaval/E isso explica porque o sexo/É assunto popular..."

E disso, tem razão, as ilusões são frágeis demais para se possuir, para se ter nas mãos. São como a areia da praia que seguro com força, ela, aos poucos, vai desfarelar-se entre meus dedos. E no mais, é melhor ir embora, para que não haja lama que cubra os olhos, línguas que conduzam os caminhos, forças que apelem para o tempo nublado. A ilusão não pode pesar a balança e a natureza humana, por pior que seja, não pode ser tratada como simples, pois, podemos sim, através dela, enxergar o que melhor pode caber na balança. Não se igualar às ilusões é usar como escudo a razão e como espada as experiências do coração.

Para aqueles e aquelas que se sentem melhor fechando os olhos, é notório a resultante desse foguete descontrolado. Tudo que sobe, desce. É o que dizem sobre a gravidade!
A circunferência tem 360º, se sua vida é uma, não é novidade que a insegurança faça parte de todos os seus caminhos. Se quer descobrir como sair da circunferência, faça uma reta, pois um ponto é uma reta e nem por isso deixa de ser infinito.
Diz assim Bob Dylan:
"Quantas vezes olharemos o céu/Antes de saber enxergar?
(...)Quantos anos pode uma montanha existir/Antes do mar lhe cobrir?
Quantas cabeças viraram assim/Fingindo não poderem ver?"

Romantic Song!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Richie Heavens - Freedom



Teve a manha!!

Buddy Guy, Eric Clapton e BB King

Versão - Scott D. Davis



...plin...plin...plin...

De Bob Dylan - License to kill

Por Richie Heavens

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Nerd Trend



Essa foi sem dúvida a coisa mais NERD; NOT; ORIGINAL; CLEAVER; CLAPS; ALMOST FLASH MOB que eu já vi... Ganha, sem dúvida, do VocaPeople!!